VACINAS INFANTIS | TRÍPLICE DTP

A vacina tríplice bacteriana de células inteiras (DTP) protege a criança contra três doenças graves: difteria, tétano e coqueluche. É composta por toxóide diftérico, toxóide tetânico e suspensão de Bordetella pertussis inativada (bactéria responsável pela coqueluche).

Deve ser aplicada a partir dos 2 meses de idade, 3 doses com intervalos de 2 meses entre elas no primeiro ano de vida. O primeiro reforço será aplicado com 15 meses e o segundo entre 4 e 6 anos de idade.

A eficácia desta vacina é muito boa, conferindo proteção, após o esquema completo de 90-95% para a difteria, 77-95% para a coqueluche e 100% para o tétano.

As reações adversas que podem ocorrer com a administração desta vacina podem ser divididas em maiores e menores. As reações menores mais comuns são irritabilidade e dor local. As reações adversas maiores mais frequentes são choro persistente (mais de 3 horas) e febre acima de 40°C. O período para aparecimento dessas reações é de 72 horas.

As contra indicações são: reação anafilática a doses anteriores, encefalopatia e presença de convulsões não controladas.

É aplicada em injeção intramuscular profunda no músculo vastolateral da coxa em crianças menores que 18 meses e no glúteo ou região deltóide em crianças maiores.

Voltar