Criadores da Vacina Contra Poliomielite

Quem Desenvolveu A Vacina Contra Poliomielite

As vacinas são conhecidas pelos nomes dos cientistas Jonas Salk e Albert Sabin, que desenvolveram as duas modalidades de imunizantes para a doença.

Biografia

Jonas Salk, um médico e pesquisador americano de origem judaica, nasceu em 1906 na cidade de Białystok, que fazia parte da Rússia na época (atualmente Polônia), e imigrou para os Estados Unidos com sua família em 1921. Ele estudou medicina na Universidade de Nova York e desenvolveu um grande interesse pela pesquisa científica, especialmente no campo da virologia. Em 1931, obteve seu doutorado em medicina. Em 1934, teve a oportunidade de trabalhar em Londres como representante do Conselho Americano de Pesquisas. Ao retornar aos EUA, ingressou no Instituto Rockefeller de Pesquisa Médica como pesquisador. Foi nesse instituto que ele fez uma descoberta importante ao demonstrar o crescimento do vírus da poliomielite nos tecidos humanos.

Sabin visitou frequentemente o Brasil para supervisionar pessoalmente a luta contra a poliomielite. Em 1972, ele se casou com Heloisa Dunshee de Abranches, uma brasileira. Muitas escolas, hospitais, clínicas e instituições no país foram nomeadas em sua homenagem. O governo brasileiro concedeu-lhe um prêmio em 1967.

Desenvolvimento da Vacina Contra Poliomielite: Descoberta e Avanços

Em 1946, Sabin assumiu a posição de líder de Pesquisa Pediátrica na instituição.

Já publicou mais de 350 estudos, abrangendo diversas áreas de pesquisa. Um dos seus trabalhos notáveis foi a identificação do vírus da dengue: o tipo I na região do , durante a , e o tipo II em .

Com o aumento dos surtos de pólio, diversos pesquisadores, incluindo Salk e outros especialistas renomados, começaram a buscar uma vacina capaz de prevenir ou reduzir os impactos dessa doença. Em 1955, foi desenvolvida a vacina de Salk, que utilizava vírus inativado ou morto. Essa vacina se mostrou eficaz na prevenção da maioria das complicações causadas pela pólio. No entanto, não era capaz de evitar a infecção inicial pelo vírus.

A vacina contra a poliomielite desenvolvida por Albert Sabin precisava passar por extensos testes clínicos para comprovar sua eficácia e segurança. No entanto, devido ao sucesso da vacina de Jonas Salk nos Estados Unidos, tornou-se praticamente impossível realizar esses testes em larga escala no país. Por isso, Sabin buscou a colaboração de colegas pesquisadores do outro lado do mundo, como na Rússia e nas Repúblicas Soviéticas. Ele recebeu auxílio dos médicos russos durante os testes clínicos, especialmente do Dr. Mikhail Chumakov, diretor do Instituto de Pesquisas contra a Poliomielite em Moscou.

You might be interested:  Remédios e Cuidados Eficazes para Tratar a Caxumba

Os primeiros resultados positivos foram apresentados pelos médicos russos durante uma conferência internacional sobre a vacina viva da pólio realizada em Washington D.C., em junho de 1959. A campanha de vacinação começou em janeiro desse mesmo ano e até outubro já haviam sido imunizadas mais de 8 milhões crianças apenas nos Estados Unidos.

Após o êxito demonstrado pela vacinação em massa no Leste Europeu, os Estados Unidos aprovaram o uso da vacina desenvolvida por Albert Sabin em 1960 e passaram a utilizá-la exclusivamente a partir de 1968. Essa vacina era preparada com o vírus atenuado da poliomielite e podia ser administrada oralmente para prevenir o contágio dessa doença devastadora.

Graças à efetividade dessa vacina, quase todo o mundo conseguiu eliminar completamente a poliomielite (exceto alguns países na África e Ásia).

Sabin abdicou dos direitos de propriedade da vacina que desenvolveu, o que facilitou sua disseminação e possibilitou a imunização global de crianças contra a poliomielite, também conhecida como paralisia infantil no Brasil.

Em 1993, Albert Sabin faleceu em sua residência em Washington aos 86 anos de idade, vítima de um ataque cardíaco. Neste mesmo ano, o Instituto Sabin de Vacinas foi estabelecido na mesma cidade com o objetivo de dar continuidade às pesquisas sobre vacinas e honrar o legado deixado por ele. O local do sepultamento não foi mencionado no texto original.

O criador da vacina contra a poliomielite

Albert Sabin, o cientista que desenvolveu a vacina contra a poliomielite, decidiu abrir mão dos direitos de patente da sua descoberta. Ele fez isso para garantir que a vacina pudesse ser utilizada em todo o mundo sem restrições. Isso significa que qualquer país ou laboratório poderia produzir e distribuir a vacina sem ter que pagar royalties ou enfrentar barreiras legais.

Além de seu trabalho com a pólio, Albert Sabin também se dedicou à pesquisa sobre a relação entre vírus e câncer nas décadas de 70 e 80. Durante esse período, ele foi presidente do Instituto de Ciências de Weizmann em Israel, onde continuou seus estudos nessa área.

Essas informações mostram como Albert Sabin não apenas contribuiu para erradicar uma doença grave como a poliomielite através da sua vacina, mas também demonstra seu compromisso em compartilhar conhecimento científico e promover avanços na área da saúde globalmente.

Desenvolvedores da Vacina Contra Poliomielite

– Adriana Maximiliano (1 de junho de 2007). Guia do Estudante. Acesso em 28 de dezembro de 2017.

You might be interested:  Gripe na Gravidez: Comum no Início

– M. Hortsmann, Dorothy. Yale Journal of Biology and Medicine/ National Center for Biotechnology Information. Acesso em 22 de março de 2021.

– The history of vaccine/ The College of Physicians of Philadelphia. 21 de março de 2011. Acesso em 22 de março de 2021.

– nossosaopaulo.com.br. Acesso em 28 de dezembro de 2017.

– Em inglês: no dia2deoutubrode2008(eminglês).

– Em inglês: no.

Autor da vacina das gotinhas

Algumas realizações notáveis ​​de Albert Bruce Sabin incluem:

2. Contribuição significativa para o controle global da poliomielite: A sua vacina oral se tornou amplamente utilizada em todo o mundo como parte dos esforços globais para erradicar a doença.

3. Avanços na compreensão das infecções virais: Além do seu trabalho com a poliomielite, Sabin também fez importantes contribuições para o estudo e entendimento das infecções virais em geral.

4. Reconhecimento internacional pelos seus feitos científicos: Ao longo da sua carreira, Albert Bruce Sabin recebeu inúmeras honrarias e prêmios pelo seu trabalho pioneiro na área da medicina.

A dedicação e os avanços realizados por Albert Bruce Sabin deixaram um legado duradouro na luta contra a poliomielite e continuam sendo fundamentais até hoje nos esforços mundiais para eliminar essa doença debilitante.

Descobridor da Vacina Contra Poliomielite

O possui citações de ou sobre:

  • (em inglês)
  • Biografia

Albert Sabin foi um renomado cientista médico polonês-americano que ficou conhecido por seu trabalho no desenvolvimento de vacinas contra doenças virais. Ele é especialmente reconhecido pela criação da vacina oral contra a poliomielite, também conhecida como “vacina Sabin”. Nascido em 1906 na cidade de Białystok, na Polônia (que fazia parte do Império Russo na época), ele imigrou para os Estados Unidos ainda jovem. Durante sua carreira acadêmica e profissional nos EUA, Sabin concentrou-se no estudo das virologias humana e animal. Seu trabalho revolucionário com a vacina oral contra a poliomielite começou nos anos 1950 e culminou em testes bem-sucedidos realizados em larga escala durante as décadas seguintes. Graças à eficácia dessa vacina oral fácil de administrar, muitos países conseguiram erradicar ou reduzir significativamente a incidência desta terrível doença viral que afeta principalmente crianças pequenas. O legado deixado por Albert Sabin continua sendo uma contribuição inestimável para a saúde pública global até hoje.

Início da vacinação contra a poliomielite no Brasil

No Brasil, a vacina Salk contra a poliomielite começou a ser utilizada em 1955. No entanto, seu uso inicial foi bastante limitado, sendo administrada apenas por alguns pediatras e em campanhas de vacinação realizadas pelas secretarias estaduais e municipais de Saúde. Essas campanhas eram principalmente concentradas nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo.

You might be interested:  Quantas vezes ao dia devo fazer exercícios de Hand Grip?

Fabricante da vacina contra a poliomielite

A vacina contra a poliomielite, conhecida como Poliomielite Oral (VOP), é produzida no Brasil pela Bio-Manguinhos. Essa instituição segue as normas estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para a fabricação da vacina. O processo de produção envolve o uso do concentrado viral monovalente importado.

P.S.: A Bio-Manguinhos desempenha um papel fundamental na garantia da imunização contra a poliomielite no país, contribuindo para o controle e erradicação dessa doença grave.

Origem da vacina contra poliomielite

No dia 12 de abril de 1955, foi anunciada ao mundo a descoberta da primeira vacina contra a poliomielite, doença também conhecida como paralisia infantil. A Vacina Salk, desenvolvida pelo cientista americano Jonas Salk desde 1954, marcou um importante avanço na prevenção dessa doença devastadora. Dentre os principais pontos sobre o desenvolvimento da vacina estão:

1. Jonas Salk era um médico e pesquisador americano que dedicou sua carreira ao estudo das doenças infecciosas.

2. Ele iniciou seus trabalhos para desenvolver uma vacina contra a poliomielite em 1948.

4. A Vacina Salk foi produzida a partir do vírus inativado da poliomielite, tornando-a segura para administração em humanos.

5. Os testes clínicos foram realizados entre 1952 e 1954 com mais de um milhão de crianças voluntárias nos Estados Unidos.

6. Os resultados dos testes demonstraram que a vacina era eficaz na prevenção da infecção pela poliomielite.

7. Após o anúncio oficial da eficácia da Vacina Salk em abril de 1955, campanhas massivas de imunização foram realizadas em todo o mundo para combater essa epidemia global.

8. O sucesso do programa de imunização levou à redução significativa dos casos de poliomielite nos anos seguintes e contribuiu para a erradicação da doença em muitos países.

9. A Vacina Salk foi substituída posteriormente pela Vacina Oral contra Poliomielite (VOP), desenvolvida por Albert Sabin, que oferecia uma forma mais prática de administração e imunização em massa.

10. Apesar do surgimento de outras vacinas contra a poliomielite, o trabalho pioneiro de Jonas Salk na criação da primeira vacina inativada continua sendo um marco importante na história da medicina.

A descoberta e desenvolvimento da Vacina Salk representou um grande avanço no combate à poliomielite, salvando milhões de vidas ao longo dos anos e contribuindo para o controle dessa doença devastadora.