Descubra a Vacina Ideal para Prevenir a Catapora!

Qual É A Vacina Para Catapora

A vacina contra catapora segue o seguinte esquema: 1ª dose aos 15 meses de idade (tríplice viral + varicela monovalente, ou tetra viral, quando disponível) e a 2ª dose é varicela monovalente, aos quatro anos de idade.

Quantas doses da vacina contra catapora são necessárias?

A administração da primeira dose da vacina contra a varicela deve ocorrer quando a criança atingir 12 meses de idade, enquanto a segunda dose é recomendada entre os 14 e 15 meses. Existem duas opções para essa vacina: ela pode ser aplicada isoladamente como vacina varicela ou em combinação com as vacinas sarampo, caxumba e rubéola, conhecida como vacina tetraviral.

Para indivíduos mais velhos, incluindo crianças, adolescentes e adultos que nunca foram infectados com catapora anteriormente, é recomendado receber duas doses da vacina com um intervalo de 2 meses entre elas.

Quando há um surto de varicela na área ou se houve contato com alguém que tenha a doença, é possível administrar a vacina em bebês com 9 meses de idade. Essa dose não afetará o cronograma regular de vacinação da criança, que ainda precisará receber as duas doses normalmente.

A vacina contra a Varicela pode prevenir a doença se administrada dentro de um prazo de até 72 horas (em alguns casos, 5 dias) após o contato com uma pessoa infectada.

Vacinação contra Catapora: Contraindicações

A imunização é contraindicada nos seguintes casos:

Existem algumas contraindicações para a vacinação, incluindo casos de gestação, anafilaxia aos componentes da vacina, doenças febris agudas, imunodeprimidos que estão em uso prolongado de corticoides e pessoas que passaram por tratamento com derivados do sangue, quimioterapia ou radioterapia nos últimos 3 meses. É importante respeitar essas contraindicações para garantir a segurança e eficácia da vacina.

You might be interested:  Cuidados e Dicas para Bebê de 2 Meses com Resfriado

Reações Indesejadas da Vacina contra Catapora

As reações indesejadas mais frequentes da vacina contra a varicela são:

Os sintomas comuns após a aplicação incluem dor e vermelhidão no local, erupções avermelhadas na pele e febre.

A infecção do trato respiratório superior é caracterizada por sintomas semelhantes à rinite e faringite. Além disso, pode ocorrer o aumento ou surgimento de gânglios próximos ao local da vacinação. Outros sinais incluem irritabilidade, náusea e vômitos, sonolência e cansaço, mal-estar e febre alta.

A conjuntivite, dor abdominal, diarreia, urticária, anafilaxia, convulsões e vasculite são alguns dos sintomas que podem estar associados a uma determinada condição. Esses sinais podem indicar a presença de um problema de saúde específico e devem ser avaliados por um profissional médico para diagnóstico adequado e tratamento necessário.

Nome da vacina para catapora

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) recomendam que as crianças recebam duas doses da vacina contra catapora, chamada varicela. A primeira dose deve ser aplicada quando a criança completar 12 meses de idade, e a segunda dose entre os 15 e 24 meses.

Essas duas doses são importantes para garantir uma proteção efetiva contra a doença. É interessante notar que essas datas coincidem com o esquema de vacinação da tríplice viral, conhecida como SCR, que também protege contra sarampo, caxumba e rubéola.

Composição da vacina contra catapora

A vacina contra a varicela é composta por uma forma enfraquecida do vírus da varicela, juntamente com gelatina, traços de neomicina e água.

Vacina contra catapora disponível no SUS?

A partir deste mês de setembro, o Ministério da Saúde está disponibilizando em todos os postos de saúde a vacina contra a varicela (catapora), que faz parte da vacina tetra viral. Além de proteger contra a catapora, essa vacina também oferece imunização contra sarampo, caxumba e rubéola.

Essa nova medida do Programa Nacional de Imunização (PNI) tem como objetivo ampliar a cobertura vacinal e garantir uma maior proteção à população brasileira. A inclusão da vacina varicela na tetra viral facilitará o acesso dos indivíduos às doses necessárias para prevenir essas doenças.

You might be interested:  Chá de hortelã e limão para tratar gripe

É importante ressaltar que as campanhas de imunização são fundamentais para evitar surtos e epidemias dessas enfermidades. Por isso, é fundamental que todas as pessoas estejam atentas ao calendário nacional de vacinação e procurem os postos de saúde mais próximos para receberem as doses recomendadas.

Lista das doenças protegidas pela tetra viral:

1. Varicela (catapora)

2. Sarampo

3. Caxumba

4. Rubéola

Vacinação contra catapora: onde aplicar?

É aconselhável que a vacina seja administrada por via subcutânea na parte superior posterior do braço.

Quantas vezes é possível contrair catapora?

O Herpes-Zoster se manifesta através de erupções cutâneas dolorosas e vesículas cheias de líquido ao longo de um nervo específico do corpo. Essas erupções geralmente aparecem em apenas um lado do corpo e podem causar dor intensa durante semanas ou meses.

Para prevenir a reativação do vírus Varicela-Zoster e reduzir o risco de desenvolver herpes-zóster, existem medidas práticas que podemos adotar:

3) Vacinação: A vacina contra a varicela está disponível e é recomendada para crianças e adultos que não tiveram a doença. Além disso, existe uma vacina específica para prevenir o herpes-zóster em pessoas com mais de 50 anos.

4) Consulta médica: Se você já teve catapora no passado e está preocupado com a possibilidade de desenvolver herpes-zoster, é importante conversar com um médico. Ele poderá avaliar seu histórico médico individualmente e fornecer orientações adequadas sobre medidas preventivas adicionais.

Lembrando sempre que cada pessoa é única e pode ter diferentes necessidades de saúde. Portanto, consultar um profissional da área médica é essencial para obter informações personalizadas sobre sua condição específica.

Comparativo de Vacinas para Catapora

As vacinas particulares estão disponíveis para pessoas de todas as faixas etárias.

As vacinas do setor público estão disponíveis para crianças até 7 anos de idade e também para grupos que possuem comorbidades.

You might be interested:  Grávida Pode Tomar Resfenol Para Gripe: Esclarecimentos e Orientações

Utilidade da vacina tetra viral

A vacina para catapora, conhecida como Varicela, é uma vacina combinada que também previne outras doenças. Ela é composta por vírus vivos “enfraquecidos” do sarampo, da rubéola, da caxumba e da varicela (catapora). Além disso, a vacina contém lactose anidra, sorbitol, manitol, aminoácidos e traços de neomicina. A água para injeção também está presente na composição.

1. Sarampo

2. Caxumba

3. Rubéola

4. Varicela (catapora)

Vacina de varicela é necessária para quem já teve catapora?

A vacina contra a catapora, também conhecida como varicela, é uma forma eficaz de prevenção da doença. A vacina é composta pelo próprio vírus da catapora, porém em uma forma atenuada, ou seja, enfraquecida. Isso significa que o vírus não causa a doença em pessoas saudáveis e imunocompetentes.

É importante ressaltar que pessoas que já tiveram catapora desenvolvem imunidade permanente à doença. Portanto, geralmente não precisam receber a vacina novamente.

A seguir estão alguns pontos importantes sobre a vacinação contra a catapora:

1. Recomenda-se que crianças recebam duas doses da vacina: uma aos 12 meses de idade e outra entre 4-6 anos.

2. Adultos que nunca tiveram catapora ou foram previamente não-vacinados devem considerar receber duas doses da vacina com intervalo mínimo de 4 semanas.

3. A eficácia da vacina é alta na prevenção de casos graves e complicações relacionadas à catapora.

4. A maioria das reações adversas são leves e temporárias, incluindo dor localizada no local da injeção ou erupções cutâneas leves.

6. A vacina contra catapora não é recomendada para mulheres grávidas, pois contém o vírus atenuado.

7. É importante seguir as orientações do calendário de vacinação estabelecido pelas autoridades de saúde.

A vacina contra a catapora tem se mostrado eficaz na prevenção da doença e suas complicações. Consulte sempre um profissional de saúde para obter informações atualizadas sobre a imunização adequada para você ou seu filho(a).