Tenho 30 Anos, Posso Tomar a Vacina de HPV?

Tenho 30 Anos Posso Tomar Vacina De Hpv

Atualmente, as vacinas contra HPV para adultos estão disponíveis somente na rede privada – a exceção é para homens e mulheres imunossuprimidos, transplantados ou pacientes oncológicos de até 45 anos , que têm direito de tomar o imunizante no SUS. 4 Gwen. 2023

Onde e como tomar a vacina

É recomendado receber a vacina contra {palavra-chave} durante a faixa etária dos 9 aos 14 anos, pois ela é mais eficaz em indivíduos que ainda não tiveram contato com o vírus e antes do início da atividade sexual.

Nas clínicas privadas, é possível encontrar a vacina quadrivalente disponível para:

O público-alvo para esta faixa etária inclui mulheres de 9 a 45 anos e homens de 9 a 26 anos.

Na rede privada, o custo das duas doses pode chegar a aproximadamente R$ 1.000.

Entenda a importância da vacinação contra o HPV para proteger seus filhos. A imunização é fundamental para prevenir doenças relacionadas ao vírus, como o câncer de colo do útero e outras complicações graves. Garanta a saúde dos seus filhos através da vacinação adequada e esteja ciente dos benefícios que ela oferece.

Vacina contra HPV: idade limite para imunização

O vírus do HPV tem a capacidade de permanecer no organismo por longos períodos, mesmo sem causar sintomas visíveis. Isso significa que uma pessoa infectada pode transmitir o vírus para outras pessoas sem saber. Embora seja comum que o corpo se livre naturalmente do HPV, em alguns casos ele pode levar ao desenvolvimento de verrugas na pele e em áreas como os lábios, boca, cordas vocais, ânus, genitais e uretra. Além disso, algumas lesões causadas pelo HPV são consideradas de alto risco e podem progredir lentamente para cânceres como o de pênis, ânus, garganta e colo do útero.

You might be interested:  Vacina da gripe pode ser tomada mesmo com tosse

O tumor peniano é uma condição rara, representando apenas 0,4% dos casos de câncer em homens. Por outro lado, o câncer de colo do útero é muito mais prevalente. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), estima-se que houve 16.710 novos casos diagnosticados em 2021 no Brasil. Esse tipo de câncer ocupa a terceira posição entre os mais comuns entre as mulheres brasileiras, ficando atrás apenas do câncer de mama e colorretal.

Vacina contra HPV: é possível tomar aos 30 anos?

Todas as vacinas e medicamentos podem apresentar efeitos adversos, incluindo a vacina contra HPV. No entanto, os dados de segurança coletados em países como EUA, Inglaterra, Canadá e Austrália mostram que essa vacina é segura. Os eventos adversos relatados são principalmente leves, como dor, inchaço e vermelhidão no local da aplicação.

Em situações pouco frequentes, pode ocorrer dor de cabeça e febre leve de 38℃ como reação à vacina. Esses sintomas também podem ser observados em outras vacinas.

Posso tomar a vacina contra o HPV aos 30 anos se já iniciei minha vida sexual?

A vacina contra o HPV é mais eficaz em meninas que ainda não tiveram relações sexuais e não foram expostas ao vírus. No entanto, estudos mostram que também há benefícios da vacinação em adultos. Como existem diferentes tipos de HPV, a imunização pode oferecer proteção contra os tipos com os quais a pessoa ainda não teve contato.

De acordo com a dra. Isabella Ballalai, presidente nacional da Comissão de Revisão de Calendários da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), a efetividade da vacina tende a ser menor em pessoas que já iniciaram sua vida sexual e, consequentemente, foram expostas ao vírus.

A eficácia da vacina pode ser reduzida quando uma pessoa já teve contato com o vírus antes de ser imunizada. Isso ocorre porque o vírus pode estar presente no organismo, mas não se manifestar imediatamente. Mesmo que a vacina seja administrada posteriormente, o vírus pode se tornar ativo mais tarde. Isso não significa que a vacina foi ineficaz, apenas indica que a pessoa já estava infectada quando recebeu a imunização.

You might be interested:  A Importância do Hand Grip: Descubra seus Benefícios!

É importante se vacinar para proteger a sua saúde e a saúde das pessoas ao seu redor. Manter o calendário de vacinação em dia é uma maneira eficaz de cuidar do bem-estar geral.

Veja também: Eficácia e segurança da vacina contra o HPV são comprovadas

Preço da vacina do HPV para adultos

De acordo com informações apuradas pelo Valor, os preços da vacina contra o HPV podem variar nas clínicas privadas. Dependendo do laboratório, o valor da dose pode variar entre R$ 500 e R$ 900.

A Sociedade Brasileira de Imunizações (Sbim) recomenda que pessoas com idades entre 15 e 46 anos recebam três doses do imunizante. O intervalo recomendado é de dois meses entre a primeira e a segunda dose, e de seis meses entre a segunda e a terceira dose.

– Preços da vacina contra o HPV em clínicas privadas podem variar de R$ 500 a R$ 900.

– Recomenda-se que pessoas dos 15 aos 46 anos tomem três doses da vacina.

– Intervalo recomendado: dois meses entre a primeira e segunda dose; seis meses entre a segunda e terceira dose.

Quem está contraindicado para receber a vacina de HPV?

A vacina contra o HPV é contraindicada para as seguintes pessoas:

1. Mulheres grávidas: A segurança da vacina durante a gravidez não foi estabelecida, portanto, mulheres que estão grávidas devem adiar a vacinação até após o parto.

2. Pessoas alérgicas aos componentes da vacina: Se você tem conhecimento de uma alergia grave a qualquer um dos componentes da vacina contra o HPV, como levedura ou alumínio, deve evitar tomar a vacina.

3. Pessoas com febre ou doença aguda: Caso esteja com febre alta ou apresente alguma doença aguda no momento programado para receber a vacina, é recomendado adiar a imunização até se recuperar completamente.

4. Pacientes com redução do número de plaquetas: Indivíduos que possuem trombocitopenia (redução do número de plaquetas no sangue) devem consultar seu médico antes de receberem a vacina contra o HPV.

5. Pacientes com problemas de coagulação sanguínea: Se você possui algum distúrbio hemorrágico ou está tomando medicamentos anticoagulantes, é importante discutir com seu médico sobre os riscos e benefícios da administração da vacina.

You might be interested:  Pessoas com tuberculose podem consumir ovos

É fundamental seguir as orientações médicas e informar ao profissional responsável sobre quaisquer condições pré-existentes antes de receber qualquer tipo de imunização.

Vacina HPV é indicada para pessoas acima de 50 anos?

As vacinas contra o HPV não são licenciadas para uso em adultos com idade superior a 45 anos, de acordo com as Diretrizes Brasileiras para o Rastreamento do Câncer do Colo do Útero, estabelecidas pelo Ministério da Saúde e Instituto Nacional do Câncer.

Lista:

1. A vacina contra o HPV é recomendada para meninos e meninas entre 9 e 14 anos de idade.

2. O esquema básico de vacinação consiste em duas doses, aplicadas com intervalo mínimo de seis meses.

3. Caso a pessoa tenha iniciado a vacinação antes dos 15 anos, mas não completou as duas doses no prazo adequado, ainda assim deve-se finalizar o esquema.

4. Para pessoas que vivem com HIV ou outras condições imunossupressoras, recomenda-se três doses da vacina.

5. A eficácia das vacinas contra o HPV é maior quando administradas antes do início da vida sexual ativa.

6. As principais formas de transmissão do vírus são por meio de relações sexuais desprotegidas e contato direto pele-a-pele na região genital.

7. O HPV pode causar câncer cervical, vulvar/vaginal/anus/peniano/oral (orofaringe) e verrugas genitais.

8. Além disso, a infecção pelo vírus também está associada ao desenvolvimento de lesões pré-cancerosas no colo uterino (chamadas neoplasias intraepiteliais cervicais).

9. É importante ressaltar que mesmo quem já teve uma infecção por um tipo específico de HPV pode se beneficiar da vacinação, pois existem diferentes tipos do vírus.

10. A vacina contra o HPV é segura e eficaz na prevenção de infecções causadas pelos principais tipos virais relacionados ao câncer.

Lembre-se sempre de consultar um profissional de saúde para obter informações mais detalhadas e personalizadas sobre a vacinação contra o HPV.